3XL NutritionCSN3XL Nutrition Proteina IsoladaWhey Pro X de 2 kilosSuper Pack CLA + TermoTec + L-carnitina

KRAV MAGA

Durante muitos anos, esta foi uma arte secreta de Israel.


Durante muitos anos, esta foi uma arte secreta de Israel. Em linguagem hebraica, KRAV MAGA significa combate corpo a corpo.

Mas esta técnica de defesa pessoal, reconhecida como arte acabou por ser ensinada no mundo inteiro. Hoje em dia faz parte do treino dos agentes do FBI, da CIA, de seguranças VIP´s, guarda-costas de políticos e Chefes de Estado, membros da força antiterrorista em França e de corpos de intervenção das várias policias internacionais.

O KRAV MAGA também chegou a Portugal há quatro anos e são cada mais os interessados nesta arte de defesa pessoal.

A abordagem do KRAV MAGA é concebida para eliminar o perigo, contra-atacar rapidamente e colocar-nos fora de perigo. Não há regras nem limites para salvar a vida.

Pelas suas características, as aulas de KRAV MAGA são um excelente treino cardiovascular, tonificam o corpo e melhoram a sua capacidade física em geral.

O aumento dos níveis de autoconfiança, rapidez e de segurança constituem também um óptimo treino de combate ao stress. Com o KRAV MAGA o practicante aprende a desenvolver os 5 sentidos e controlar qualquer parte do corpo.

Esta arte pode ser practicada por todas as pessoas, independentemente da sua forma física, idade ou sexo.

Pelas suas características de simplicidade, de movimentos baseados nos instintos naturais do corpo e da rapidez de execução, o KRAV MAGA é um método simples, práctico e de fácil aprendizagem.

As vítimas deixaram de ser as pessoas mais desprotegidas (os idosos, mulheres e jovens). Nos orgãos de informação já não são novidade os ataques às forças de segurança e da lei durante o cumprimento do dever.

No KRAV MAGA, os practicantes aprendem a defender-se contra-atacando sem hesitações e por instinto, atingindo os pontos sensíveis do corpo do agressor, como os olhos, garganta e orgãos genitais.

Nos treinos simulam-se situações reais, os alunos também podem aproveitar para combater o stress diário.

PRINCÍPIOS:

“Quem conseguir dominar bem a defesa pessoal, jamais terá necessidade de matar alguém”

Imrich Lichtenfeld
A abordagem da defesa pessoal do KRAV MAGA é concebida para eliminar o perigo e contra-atacar rapidamente e colocar-nos fora de perigo.

Pelas suas características, as aulas de KRAV MAGA são um excelente treino cardiovascular, tonificam o corpo e melhoram a sua capacidade física em geral.

O aumento dos níveis de autoconfiança e de segurança constituem também um óptimo treino de combate ao stress.

Esta arte pode ser praticada por todas as pessoas, independentemente da sua forma física, idade ou sexo.

Pelas suas características de simplicidade, de movimentos baseados nos instintos naturais do corpo e da rapidez de execução, o KRAV MAGA é um método simples, prático e de fácil aprendizagem.

Esta Arte de Defesa Pessoal também é bastante útil para as forças de segurança e da lei durante o cumprimento do dever.

No entanto esta Arte de Defesa Pessoal, tem princípios:

1º Prevenção Geral: evitar colocar-se em situações e locais perigosos: bairros perigosos da cidade, intervir em assaltos, ou situações de violência, etc.

2º O KRAV MAGA baseia-se em movimentos naturais do corpo humano.

3º Defender-se e atacar pelo caminho mais curto e desde a posição em que se encontra quando é atacado, minimizando os riscos.

4º Em função da situação, da necessidade ou perigo que o adversário representar tentar sempre desencorajar o atacante através do diálogo antes de entrar em confronto.

5º Visar sempre os pontos mais sensíveis do corpo humano (olhos, garganta, genitais) o para atingir ou controlar o adversário.

6º Utilizar todos os objectos que estejam ao alcance (chaves, telefones, canetas), e as armas naturais do corpo.

7º Não há regras, não há limites técnicos, não há proibições. Todos os golpes são permitidos quando se trata de salvar a vida.

O FUNDADOR:
Imrich Lichtenfeld
Esta arte nasceu na Checoslováquia, durante a Segunda Guerra Mundial, pela mão de um desportista de origem judaica e especialista em luta, Imi Lichtenfeld.

Imi, nasceu em 1910 na cidade de Bratislava, actual capital da Eslováquia e na altura uma cidade da Checoslováquia.

Foi inspirado e encorajado pelo seu pai Samuel, um antigo acrobata de circo e lutador, professor de Educação Física, detective e que também foi Instrutor-Chefe da Policia Checa reconhecido pelo ensino das técnicas de autodefesa.

Esta influência abriu portas a Imi no mundo do desporto. O pai cedo lhe transmitiu alguns dos ensinamentos que recebeu dos artistas de circo.

Primeiro foi a natação, depois a ginástica, a luta e o boxe. Em 1928, Imi venceu o Campeonato Eslovaco de Luta Júnior e um ano mais tarde sagrou-se no Campeonato Sénior de Pesos Médios. Seguiram-se os Campeonatos de Ginástica Desportiva e Boxe em Bratislava.

Nos anos 30, Bratislava torna-se uma cidade diferente; eram os primeiros sinais da Guerra que viria a eclodir na Europa.

Fascistas e grupos anti-semitas, pareciam determinados a incomodar e perseguir a comunidade judaica da cidade.

Imi, também ele de origem judaica, passou a liderar um grupo de jovens judeus, a maioria deles com prática de boxe, luta e levantamento de pesos.

A ideia do grupo era bloquear a entrada dos bandos anti-semitas no bairro Judeu de Bratislava. Até 1940, Imi participou em vários motins de rua nesta luta, e onde foi obrigado a separar as técnicas de combates de rua das competições desportivas.

Agravava-se a situação na Checoslováquia. As actividades de Imicomeçaram tornavam-se “incómodas” para as autoridades, e decidiu deixar o seu pais, já dominado pelas tropas nazis.

Parte de Bratislava a bordo de um navio de imigrantes, com a família e alguns amigos, iniciando uma odisseia pelo Danúbio. Esta viagem leva Imi pelo Mar Negro, o Mediterrâneo e finalmente o Médio Oriente, chegando à Palestina, actual estado de Israel.

Em 1944, começa a treinar soldados paramilitares da população judia, inserido na organização Haganah, em luta pela criação de um Estado de Israel Independente, concretizada em 1948.

As técnicas base de defesa pessoal são também passadas aos membros do Tahal- o exército israelita. Imi torna-se Instrutor- Chefe da Escola Militar de Cultura Física e de Krav Maga.

Durante os vinte anos que serviu no exército, Lichtenfeld foi desenvolvendo o método de defesa pessoal e de combate corpo a corpo, treinando instrutores e membros do corpo de elite do exército israelita, de forma a passar esta “arte” dentro das forças de segurança hebraicas.

Quando terminou o serviço nas forças armadas, Imi adaptou e modificou o Krav Maga às necessidades dos civis, para dar resposta às necessidades dos homens, mulheres e crianças que um dia se pudessem sentir ameaçados, e tendo em conta a situação no pais.

A partir de 1964, o Krav Maga democratiza-se. Passa ser ensinado a todas as camadas da população, graças a uma equipa de monitores escolhidos e treinados por Imi, e que passaram a ter certificados do Ministério da Educação Israelita, com o título de monitores de Krav Maga.

Em Israel, Imi deixou dois centros de treino desta modalidade: um em Netânia e outro em Telavive. Mas em 1978, Lichtenfeld, e os seus discípulos decidem criar a Federação de Krav Maga no mundo.

Tendo em conta o interesse no exterior, o grupo liderado por Imi consegue uma autorização do Ministério da Defesa Israelita para divulgar e ensinar esta modalidade além fronteiras.

A internacionalização do Krav Maga pelo mundo, vai dos Estados Unidos, ao Brasil, passando por França, Itália, Noruega, e aos países de Leste, em especial na Rússia, Polónia e Hungria, através de seminários oficiais organizados pela Associação de Krav Maga em Israel. O interesse também chegou a Portugal.

Mais informações em http://www.kravmagaportugal.com/